Casei, e agora? Coisas que você precisa saber sobre o primeiro ano de casamento

As cenas do dia do casamento a gente conhece muito bem: troca de alianças, vestido branco, igreja divinamente decorada, festa, amigos e familiares reunidos, lágrimas de emoção e no pensamento a ideia de um lar eternamente feliz.

Mas a vida de casado exige mudanças. E resistir a elas no PRIMEIRO ANO DE CASAMENTO fará toda a diferença pra condição de lar eternamente feliz. E essas mudanças vão desde o jeito de compartilhar a cama até a forma como você enxerga e lida com quem passa, agora, a dividir o teto.

A revista Men’s Health de Abril compartilha a história de dois dos seus colaboradores que subiram recentemente ao altar que revelaram o que rolou depois da noite de núpcias. O blog traz hoje um resumo das histórias que a gente achou mais interessante.

Primeiro ano de casamento: Cesar Candido dos Santos (32 anos, casado há cinco meses)

 

Rotina Maluca: quando era solteiro ele acordava cedo e corria no parque todos os dias, mas dificilmente dormia depois das 22h30. Depois de casado não conseguiu dormir no horário, já que a mulher dorme mais tarde e abre a porta do banheiro várias vezes, acende a luz, lembra-se de passar creme no corpo, puxa o lençol na hora que vai se deitar. Hoje, ele dorme por volta da meia noite. A rotina de horário de almoço, jantar e cochilos também mudou muito. O homem tenta, mas não consegue entender a quantidade de coisas que as mulheres compram. No caso do Cesar, ele tinha um pijama (uma camiseta velha e um calção de elástico). Em pouco tempo ele viu sua esposa comprar quatro ou cinco – ela que já tinha outros quatro ou cinco. Chegar em casa e abrir uma cerveja e ficar olhando pra TV sem fazer NADA? Esqueça, casa é lugar de trabalho. Você tem que chegar e ajudar a fazer o jantar, levar o lixo, estender roupas, varrer, etc e mais etc..

Sexo todo o dia, TPM e afins: Todo homem pensa que uma das coisas mais legais do casamento é transar todos os dias e em todos os lugares da casa. MAS NÃO É BEM ASSIM. Sobram motivos de ambos os lados para a partida não rolar. Mas para muitos a possibilidade de fazer mais sexo por semana do que quando era solteiro vai aumentar ;). Lidar com a sensibilidade da mulher, todos os dias, é algo complicado, principalmente na fase da TPM. Pode ocorrer uma explosão de fúria só porque você sentou no sofá cinco minutinhos pra ver o futebol e deixou de levar o lixo pra rua. Mas tudo isso não vale a briga. Fica o alerta. De qualquer maneira, o Cesar disse que valeu muito a pena casar, pois, entre outras coisas, é ótimo chegar em casa e encontrar alguém que se preocupa com ele.

Primeiro ano de casamento: Marjorie Zoppel  (30 aos, casada há seis meses)

 

Roupas, compras e namoro: a rotina da casa a fez relaxar com a silhueta. Os cafés da manhã, fartos, as novas receitas e os jantares esparramados no sofá a venceu. Desembolsar quase R$ 500,00 por uma peça nova no guarda roupa não teve mais espaço. A cabeça agora começa a fazer outras contas; a da luz, do gás, do telefone. Lidar bem e com sabedoria com as questões econômicas da casa é saudável para o casamento. Enfrentar uma fila grande pra um cineminha a dois e ainda se divertir muito? Agora é pedir pizza e ver o filme no Netflix. Casa na praia no feriado prolongado com mais seis casais e se divertir muito? Não, o casal prefere alugar um chalé e curtir o sossego ou pedir uma pizza e ver filme no Netflix.

Sexo, brigas e afins: Os grilos com a celulite ou unha sem pintar somem e a transa fica melhor, porque há mais intimidade e intensidade. Há mais conversas sobre novas posições e do que se quer experimentar. Os ajustes de convivência podem ser bastante desgastantes se você levar tudo a ferro e fogo, preto no branco. Tem hora que é preciso se fingir de morta e não querer agredir o marido toda as vezes que você ver a cueca jogada no chão do banheiro.

E você, tem alguma história legal pra contar sobre a vida a dois? Compartilhe com a gente nos comentários deste post.

Equipe de Conteúdo Ferricelli

Somos uma equipe multidisciplinar da Ferricelli composta por designers, jornalistas, e outros profissionais focados em trazer conteúdo de qualidade para nossos leitores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *